AGENDA DE JUNHO a AGOSTO 2024 

Clique nas datas para saber mais informações        

 

A tortura é uma prática desumana e ilegal que viola os direitos humanos fundamentais de qualquer indivíduo. No Brasil, a Constituição Federal de 1988 e outras leis proíbem explicitamente a tortura em todas as suas formas. Além disso, o Brasil é signatário de tratados internacionais que também condenam e proíbem essa prática. No entanto, a realidade mostra que casos de tortura ainda ocorrem em algumas circunstâncias, especialmente em contextos como prisões e detenções. É fundamental que esses casos sejam investigados de maneira rigorosa e que os responsáveis sejam responsabilizados conforme a lei. Organizações da sociedade civil desempenham um papel crucial na monitorização e denúncia de casos de tortura, pressionando por políticas públicas mais eficazes e pela aplicação rigorosa da lei para prevenir e punir essa prática abominável.
 

 

Em mais um convite aberto a todas e todos, a próxima reunião mensal do Fórum Grita Baixada, no dia 1 de julho (PRÓXIMA SEGUNDA) *, contará com a presença da militante histórica, mestra em Educação e coordenadora regional da Comissão Pastoral da Terra (CPT) na Baixada Fluminense, *Sônia Martins.
Ela também faz parte da comissão organizadora da Marcha das Mulheres Negras de Queimados, que, pela primeira vez, terá a sua versão local no dia 7 de julho. O evento também se insere no mês em que se celebra o dia 25 de julho, Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha. Vai ser uma conversa sobre lutas antirracistas, reparação histórica, protagonismo político das mulheres pretas na contemporaneidade e muito mais.

 

Você é nosso convidado. VENHA! PARTICIPE!!! COMPARTILHE PRA GERAL

SERVIÇO
📆 Data: 01 de julho (Segunda-feira)
⏰ Horário: das 9h às 12h
🏬 Endereço: Centro de Formação de Líderes (Cenfor). Rua Dom Adriano Hipólito, 8, Moquetá, Nova Iguaçu (ao lado do SESC).
✅ Local: Sala Padre Fernando.

 

A partir das 9h. Concentração na Alameda Dr. Gilberto Albernaz, no bairro Ponte Preta, nas imediações da paróquia São Francisco de Assis  
Diversas atividades como poesia, jongo, samba, slam e manifestões públicas em prol da igualdade de gênero, contra o racismo e a violência contra as mulheres  acontecerão durante esse evento e em outros locais ao longo do mês, culminando no Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, em 25 de julho. É uma data em que as mulheres negras, indígenas e de comunidades tradicionais refletem e fortalecem suas organizações e lutas. No Brasil, em 2 de junho de 2014, foi instituído, por meio da Lei nº 12.987, o dia 25 de julho como o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra, homenageando uma das principais mulheres, símbolo de resistência e importantíssima liderança na luta contra a escravização. Já a grande Marcha das Mulheres Negras, acontecerá no dia 28 de julho (domingo) na praia de Copacabana.

 

Seminário sobre Trabalho Escravo Urbano e Rural!
🗓 Data: 13 de julho
🕘 Horário: 9h às 11h30
📍 Local: Centro de Formação de Líderes - CENFOR, Rua Dom Adriano Hipólito, 8 Moquetá - Nova Iguaçu (ao lado do SESC)
Link para inscrições: https://form.jotform.com/241813531441650  

 

🎥 Radar Saúde Favela e Claves/Ensp apresentam documentário “Desova”

No dia 17 de julho (próxima quarta-feira) o documentário “Desova” será exibido no 4º Seminário de Audiovisual e Educação da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz). A atividade é aberta ao público e acontece às 14h, no auditório do Museu da Vida Fiocruz.

 

🎬 Dirigido e roteirizado por @laisdant4s, o curta é um documentário da @quiprocofilmes com apresentação do #fórumgritabaixada e do @fluminenseobservatorio da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro @universidadefederalrural 

O filme aborda o desaparecimento forçado na região da Baixada Fluminense do Estado do Rio de Janeiro e busca compreender as dinâmicas do desaparecimento forçado de pessoas. Além disso, aborda como as mães e familiares das vítimas lidam com os traumas, por meio da criação de grupos e coletivos de apoio.

💡Organização: projeto Radar Saúde Favela, da Coordenação de Cooperação Social da Fiocruz e Departamento de Estudos sobre Violência e Saúde Jorge Careli da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Claves/Ensp/Fiocruz).

🗓️ Data: 17/7
⏰ Horário: 14h
📍 Auditório do Museu da Vida Fiocruz
Gratuito e aberto ao público

 

Após o sucesso da Pré-Marcha das Mulheres Negras de Queimados, em 7 de julho, é hora de juntar forças para a Grande Marcha das Mulheres Negras, em celebração ao dia 25 de Julho, Dia de Tereza de Benguela e Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha.

MAS ATENÇÃO!!! A Marcha vai acontecer DOMINGO, DIA 28 DE JULHO.  
🗓 Data: 28 de Julho
🕘 Horário: 10h
📍 Local: Concentração em frente ao Copacabana Palace